Flyfighters VR

EXPERIÊNCIA DE VOO EM REALIDADE VIRTUAL

A realidade virtual foi adotada, primeiramente, pelos militares incluindo os três ramos das forças armadas (exército, marinha e força aérea) – onde é usada para fins de treino.

Particularmente útil para treinar soldados em situações de combate onde têm que aprender a reagir de forma adequada, a simulação em realidade virtual tem também a vantagem de treino em cenário de guerras e outras missões, sem o risco de baixas, podendo ainda treinar-se uma missão específica.

A realidade virtual também é utilizada para tratar o transtorno de stress pós-traumático. Soldados que sofrem traumas no campo de batalha e outras condições psicológicas, podem aprender como lidar com os seus sintomas num ambiente controlado. O objetivo é serem expostos a cenários que induziram a sua condição, aos quais se vão adaptando gradualmente. Como resultado há uma minimização dos efeitos traumáticos permitindo um melhor convívio com situações novas ou inesperadas.

O treino é realizado usando óculos de última geração de realidade virtual (HMD) que permitem a interação no ambiente virtual.

Uma outra utilização é a visualização de situações de combate, em que soldados e outros intervenientes relacionados usam óculos de realidade virtual que criam uma profundidade de campo em 3D. A resultante pode ser partilhada entre um grande número de indivíduos.

Os ambientes virtuais são formatos ideais para treino militar, pois permitem que os participantes, ou seja, soldados, pilotos entre outros, vivenciem uma situação específica em ambiente controlado. Por exemplo, um cenário de campo de batalha no qual eles podem interagir com ocorrências, mas sem nenhum perigo real para si mesmos.

As principais vantagens são o tempo e o custo: o treino militar é proibitivamente caro, especialmente o treino aéreo, nesse sentido utilizar simuladores de voo em vez de aviões reais constitui, sem dúvida, um treino mais económico. Além disso, é possível introduzir um elemento de perigo nesses cenários de combate, sem colocar militares em risco.

Os simuladores de voo de realidade virtual são muito usados no treino militar, mas existem outros simuladores específicos para treino médico (campo de batalha), treino de combate, treino na condução de veículos e acampamento militar.

Geralmente, o treino em realidade virtual envolve o uso de óculos de realidade virtual (displays montados na cabeça) (HMD) e luvas interativas para permitir que os militares interajam com objetos em ambiente virtual.

Fonte: Sociedade de Realidade Virtual (https://www.vrs.org.uk/virtual-reality-military/) e Força Aérea dos EUA (http://www.af.mil/News/Article-Display/Article/1414771/researchers-test-virtual-reality- adaptive-flight-training-study/)